As Bolas da Convivência por Zeca Lemos

As Bolas da Convivência

Existia uma bola de pano, duas de borracha, outras de couro e dezenas de bolas de festa.
Os bons de bola honravam a rua, recebiam a glória e algumas vezes decepcionavam.
Aconteciam cortes, bolas presas e roubadas.
Arengavam, sempre, o dono, o ladrão, o grosso e o famoso engolidor de bola.
Jogavam bolas para iniciar, aprender e socializar os espaços de convivência.

Gostou? Compartilhe com seus amigos.
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *